Câmara Municipal de Socorro


CEP: 13960000 Fone: (19)3895-1559
CNPJ: 02.039.613/0001-68

Propositura

Ementa: Denomina logradouro público como Rua João Ramalho

Status: Aprovado em 2ª Discussão e Votação

 
Projeto de Lei nº 16⁄2020
 
 
“Denomina logradouro público como Rua João Ramalho.”
 
 
(Preâmbulo Usual)
 
 
Art. 1.° Fica denominada “Rua João Ramalho”, a via pública localizada no bairro da Pompéia, com aproximadamente 300m de extensão, à margem direita da Avenida Vicente Lomônico, com início a aproximadamente 285 metros desta via, sentido centro-bairro - conforme imagem em anexo.
Art. 2.° Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
 
Câmara Municipal da Estância de Socorro, 09 de junho de 2020.
 
LAURO APARECIDO DE TOLEDO
Vereador – PTB
 
 
 
 
 
 
JUSTIFICATIVA: Este projeto de lei faz-se necessário para tornar oficial a denominação que a referida via já recebeu de populares. Trata-se, portanto, de via que dá acesso a várias residências e de amplo uso por parte da população local.
Dessa forma, a denominação da via trará significativos benefícios para os munícipes que ali residem tal como a possibilidade terem um comprovante de residência, além de tal denominação poder individualizar a propriedade em sede de registro público de imóveis.
 
 
 
 
 
Histórico:
 
JOÃO RAMALHO, filho de Pedro Ramalho e Dorvalina Pereira Ramalho, nascido em 31-03-1953 na cidade de Munhoz – MG.
Residiu no Bairro da Boa Esperança, em Munhoz até 1965 com seus pais e seus sete irmãos, quando veio para o Município de Socorro, onde morou até o seu último dia de vida.
Começou a trabalhar muito cedo com apenas sete anos ajudava seu pai na lavoura.
Em 1970 com apenas 17 anos teve seu primeiro emprego de carteira assinada na fábrica de porcelana da cidade de Socorro, onde permaneceu até 30-12-1982 quando infelizmente fechou a fábrica.
Em 1983 trabalhou na Prefeitura de Socorro, como servente até 06-10-1986 e após foi trabalhar na fábrica de bebidas Mantovani, permanecendo até dia 31-10-1993. Também trabalhou por 15 anos, na Associação Atlética Socorrense.
Prestou concurso novamente e voltou à Prefeitura Municipal da Estância de Socorro, trabalhando como serviço braçal a partir de 1996.
Em 2005 conheceu sua esposa Maria Raquel Faria Ramalho, e se casaram em 23-09-2006.
João e Maria Raquel infelizmente não tiveram filhos biológicos, mas tiveram muitos filhos de coração.
João sempre teve orgulho de sua profissão que exerceu até seu último dia de vida no dia, sendo que 07-02-2020 devido a uma grande fatalidade nos deixou restando apenas saudade.
Um homem íntegro que sempre se orgulhou de sua profissão, foi exemplo de orgulho para todos da família, pois os melhores profissionais se destacam pela tamanha dedicação e amor no que faz e não pelo grande cargo que ocupa.